Ajorb - Associação dos jornais regionais e de bairro do Brasil

Sede própria: Rua Major Diogo, 622 - São Paulo - Brasil
Telefone: 11-3862-7054 - Celular: 11-9.9372-2755

Fórum de jornais de bairro e do Interior
Coordenador: jornalista Egydio Coelho da Silva
Fale com o coodenador deste Fórum

Email: presidente@ajorb.com

Site: http://www.ajorb.com/

 Se você não deseja receber este tipo de mensagem,

favor retornar, escrevendo apenas: EXCLUIR.

 

FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 07 DE SETEMBRO DE 2020
Emails enviado ao Prefeito Bruno Covas e secretário de comunicação municipal

 

Prezados Senhores,
Prefeito Bruno Covas e Secretário de comunicação municipal de São Paulo, Marcus Vinicius Sinval

 

Fomos surpreendidos com o fato da Prefeitura de São Paulo programar publicidade em uns poucos jornais de bairro.

Normalmente, nos governos anteriores a regra correta era de inserir publicidade em todos os jornais de bairro, independente de serem veículos, que costumam criticar construtivamente a administração municipal.
É nossa intenção solicitar ao prefeito Bruno Covas e ao Secretário de comunicação municipal de São Paulo, Marcus Vinicius Sinval, qual foi o critério adotado nessa programação.
É sabido que todos os jornais de bairro são dirigidos pelos seus diretores, que amam muito o seu bairro e lutam para sua melhoria.
Todos os jornais de bairro gozam de muita credibilidade e esta credibilidade evidentemente se transfere para a publicidade neles inseridas.

Acrescente que todos os jornais de bairros sentiram fortemente as consequências desta pandemia, que diminuiu em mais de 80% a sua publicidade, já que seus anunciantes, na maioria, são pequenas e médias empresas.

E uma distribuição da verba publicitária, de forma, mais democrática seria uma ajuda para que estes veículos continuem a circular e prestar serviços à sua comunidade.
Portanto, não se justifica que deixem de ser programados por critérios políticos, ou outros menos técnicos e suspeitos.
Assim sendo, solicito ao prezado Prefeito e ao Secretário da de Comunicação que, na medida do possível, procurem corrigir esta falha e que todos os jornais de bairro sejam programados e não somente alguns.

Egydio Coelho da Silva
Presidente da Ajorb
Site ajorb.com -Associação dos jornais regionais e de bairros

 

Manifestação de alguns colegas sobre essa falha:

 

Destaque São Paulo

Não sabemos os critérios adotados. O que sabemos é que à época do Sabino alguns que se diziam diretores da Ajorb foram até a SECOM para, inclusive com ameaças, tentar impedir que fossem veiculados anúncios em alguns vários jornais de bairro.

Tem gente se passando por diretor de entidade.
Fraude que deve ser contestada e que pode estar interferindo em desfavor de boa parte da categoria.

Portanto está passando da hora de se restabelecer a verdade.

De qualquer forma, o secretário Marcus Sinval nós já conhecemos da época do Kassab, e sempre fez vista grossa em relação à escolha dos veículos utilizados pela gestão municipal.
Não sei se ele se deixou levar, ou o próprio prefeito, por "conselhos ou sugestões", de pessoas que se arvoraram em diretor de jornal de bairro para prejudicar a maioria dos jornais de bairro.

Wilson Borges

 

Folha de Guaianases
Egydio boa tarde, dar conhecimento que não constamos na programação da publicidade da Prefeitura de São Paulo.

 

 

Impacto News

Prezado Egydio, Sobre a consulta de anúncio da Prefeitura, o último que recebemos foi em Abril de 2020. (Coronavirus)

César Borges (Impacto News)

 

Jornal Folha da Cachoeirinha

Prezado Egydio

É realidade o bloqueio de anúncios em vários jornais de bairros de SP até porque acompanho e sempre defendi os jornais de bairros como o elo a moradores no bairro.

Haja vista que a Prefeitura fez mais 12 anúncios em 2019 ate dois de uma só vez através da Lua propaganda em alguns jornais ligados a políticos diretamente e ate trabalham em gabinetes na Câmara municipal. Estes sim foram agraciados com anúncios da prefeitura.
Ligamos lá na Secom não temos informações necessárias tbm na agencia piora não falam nada manda pra Secom.

Durante uma reunião o ano passado sobre transparência promovido pelo depto foi levantado por nos aos seis subprefeitos que estavam presentes (qdo a pmsp tem verba faz anúncios em grande imprensa e qdo não, gostam de matérias de graça sobre os trabalhos realizados na região e falam que não tem verbas para publicação das matérias e querem de graça, sempre)
No  governo estadual tbm não nada de anúncios para os jornais de bairros ligamos na agencia diz não ha nada na Secom  não tem nada lá no palácio sendo todas as propagandas foram para tv.  DETRAN, Poupatempo.
Walter Herman

 

Jornal Gazeta de Pirituba


Bom dia caro Egydio.

NÃO RECEBEMOS, o que nos causa estranhamento.
A PMSP me excluiu dos anúncios faz mais de um ano.
Tenho veto do deputado Marcos Zerbine e do vereador Fábio Riva, líder do prefeito na Câmara. Enviamos jornais para a Tais, que passou para o Guilherme.

Mandamos e-mail para a Nova Sb e não obtivemos resposta.

Abraço

Grato. Paulo Eleutério

 

São Paulo de Fato

Não recebi. Precisamos reclamar contra discriminação.

Att.

Brás Pereira


FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 01 DE JUNHO DE 2020

De: Walter Herman (Folha da Cachoeirinha).

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil

Para: Fórum sobre Jornais de Bairro

 

O
boa noite
Egydio
Estive em uma reunião na subprefeitura de Santana em um programa da gestão da pmsp de reunir subprefeitos para explanar suas atividades na região na qual atuam e uma das perguntas e exclamação de reclamação foi:
"que a prefeitura procura os jornais de bairros para divulgar suas atividades no dia a dia dos trabalhos realizados com envio de emails e ou publicações gratuitas, porem quando fazem campanha publicitárias de anúncios, procuram os grandes jornais, deixando os jornais de bairros sempre de lado"
" fazendo isso a prefeitura e governo de sp nada colaboram com os pequenos comércios que estão lá há anos sobrevivendo e mantendo empregos de jovens moradores no bairro"
Os subprefeitos nada revelaram sobre a explanação do colega membro de um jornal no Jaçanã, que saiu da reunião.
Walter Herman
jornalista
Jornal FOLHA DA CACHOEIRINHA
 

FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 01 DE JUNHO DE 2020
De: Riselda Morais (Jornal do Momento).

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil

Para: Fórum sobre Jornais de Bairro

 

Em março a Agência Nova SB entrou em contato conosco, querendo fechar duas campanhas da COVID-19, uma para abril e outra para maio, a um custo de R$ 1.300,00 o formato de 1/4 de página.

Alegaram que quem não aceitasse a inserção por esse valor seria retirado da lista de jornais.

Eu não aceitei, chega a ser ofensivo esse valor.

Provavelmente, as pessoas que estão imprimindo com anúncios da PMSP são as que aceitaram fechar 1/4 de página por esse valor.
Referente ao falecimento do Sr. Milton George Thame, meus sinceros sentimentos a familiares e amigos. Foi para mim, um amigo querido, só tenho a agradecer a Deus tê-lo conhecido.

Que ele descanse na paz e luz divina.
 

FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 29 DE MAIO DE 2020
De: Walter Herman (Folha da Cachoeirinha).

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil

Para: Fórum sobre Jornais de Bairro

 

Boa tarde
Egydio
Sim boa idéia de reunir os diretores de jornais, pois todos sempre trabalhando em defesa do bairro e reivindicando solicitações diversas dos leitores.
Falei com jornalista na Prefeitura em reunião e não me disse nada a respeito, de anúncios em todos os jornais de bairro
Mas, temos visto anúncios da pmsp em alguns jornais lá na grafica.
Walter Herman
jornalista
Jornal FOLHA DA CACHOEIRINHA
Prezado Walter,
É muito estranho que a Prefeitura faça anúncio em alguns jornais e não em todos como sempre foi praxe dos governos municipal e estadual.
Pelo jeito, houve regressão, pois nem nos governos do Paulo Maluf, do Celso Pita e do  PT se utilizou critérios de selecionar jornais mais fieis ao governo.
Seria bom que você informasse quais foram os jornais escolhidos para termos mais informação e fazer reclamação ao Prefeito e Governador.
Abraços.
Egydio Coelho da Silva, presidente

 

FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 28 DE MAIO DE 2020
De:
Elifeletti Pereira da Silva (Diretor Comenrcial do Jornal do Brás).

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil

Para: Fórum sobre Jornais de Bairro

 

Boa noite
Informo que faleceu dia 16 deste mês nosso Presidente do Jornal do Brás, Milton George Thame, que deixará muita saudade.
Grato
Elifeletti Pereira da Silva
Diretor Comercial do Jornal do Brás

 

Prezado Elifeletti,
Notícia triste, que você nos envia a este Fórum de jornais de bairro.
Milton George Thame sempre fez jornalismo de bairro com muito entusiasmo e fez história aí no Brás, um dos bairros mais antigos e tradicionais de São Paulo.
Era um idealista, como são os demais diretores de jornal de bairro.
Com certeza, deixará de luto não só os moradores do Brás, mas também todos os diretores de jornal de bairro, que com ele conviveram e muito o estimavam.
Transmita à sua família as nossas condolências.
Atenciosamente.
Egydio Coelho da Silva, presidente e coordenador do Fórum

 

FÓRUM DE JORNAIS DE BAIRRO: 27 DE MAIO DE 2020
De: Walter Herman (Folha da Cachoerinha).

Cidade: São Paulo. Estado: SP. País: Brasil

Para: Fórum sobre Jornais de Bairro

 

olá
boa tarde
Egydio
Você sabe porque nao recebemos os anuncios da prefeitura de sp para os jornais de bairros de sp
Muito grato pela atenção e informação
Walter Herman
Prezado Walter,
Na minha opinião, está faltando mais união dos diretores de jornais de bairro.
Alguns colegas estão agindo de forma egoísta e não procuram ver as virtudes que todos os jornais de bairro têm como mídia com credibilidade junto aos seus leitores e público em geral.
Precisamos com urgência voltarmos a nos reunir em nossa sede própria e traçarmos um plano para ver o que precisa a ser feito junto à Prefeitura e Governo do Estado.
Espero que outros colegas se manifestem.
Abraços.
Egydio Coelho da Silva, presidente

 

Fórum dos jornais regionais e de bairro em 11/01/2020

 Nome: De Egydio Coelho da Silva
Cidade: São Paulo-SP


É muito salutar ler a entrevista do colega Antônio Carlos Cimino, presidente do Sindicato das empresas proprietáias de jornais de bairro de São Paulo, mostrando a importancia do segmento de mídia, jornais de bairros.
Nesta época em que a imprensa sofre com a decisões judiciais sobre danos morais desproporcionais, aplicadas a jornais regionais e em que novos meios de comunicação induzem leitores a erro, nada mais importante do que fez Cimino ao mostrar a força dos jornais regionais. Eis a sua entrevista (arquivo em anexo):

A força dos jornais de bairro

 POR: SINDICATO DA MICRO E PEQUENA INDÚSTRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO – SIMPI
 

Vivemos um momento em que a predominância do ambiente virtual e sua influência em nossas vidas são algo muito grande, quase imensurável, principalmente com o advento do marketing digital, da comunicação online e das mídias sociais.
Atualmente, cerca de quatro bilhões de pessoas em todo o mundo já estão conectadas ao mundo virtual graças à internet, que permitiu o acesso massificado a dados e às informações em tempo real, inclusive para facilitar as conexões e interações entre pessoas, grupos e organizações que compartilham os mesmos interesses e valores, ou não. Segundo o presidente do Sindicato das Editoras dos Jornais e Revistas de Bairro de São Paulo e diretor do Jornal da Zona Leste, Antônio Carlos Cimino, embora os jornais de bairro tenham acompanhado essa evolução, inserindo-se também no meio virtual, o noticiário impresso em papel é o que ainda predomina na preferência dos leitores.
“Pouca gente sabe, mas, só na capital paulista, veiculamos mais de dois milhões de exemplares por semana, atingindo cerca de 10 milhões de leitores, o que nos qualifica como a segunda maior imprensa desse segmento no mundo, perdendo apenas para os EUA”, diz ele.
 Cimino afirma que essa preferência não se resume apenas pela comodidade aos leitores, que recebem o tradicional veículo físico de graça na porta de suas residências, mas, também, pelo diferencial do seu conteúdo.
“As notícias dos jornais de bairro tratam de fatos, pessoas e assuntos que impactam diretamente os leitores em seus ambientes diários de convívio”, diz ele.
“Além disso, como o jornal de bairro impresso acaba passando de mão-em-mão, as notícias permanecem vivas por muito mais tempo, ao contrário daquelas veiculadas pela grande mídia que, por serem globais, chegam a ficar obsoletas.
 (Publicado no jornal Voz da Terra de Assis-SP, em 10/01/2020)
m

Observação: Se existem veículos, que não podem noticiar "fake news", são os jornais regionais e de bairros.
Seus leitores estão muito próximos e qualquer notícia, que não seja verdadeira, deixaria o diretor do jornal constrangido na sua comunidade.
Portanto, notícias divulgadas pelos jornais regionais merecem credibilidade. E esta credibilidade do veículo comunitária acaba beneficiando seus anunciantes, cujas mensagens publicitárias também passam a ter mais credibilidade.

Máximas sobre liberdade de imprensa

“Se tivesse que decidir se devemos ter governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último”. Thomas Jefferson, (1743 - 1826), estadista e ex-presidente dos EUA.

"Não concordo com uma só palavra do que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizê-la". Voltaire:

Clique aqui para ver mais pensamentos e máximas sobre liberdade de imprensa